18/05/2012

AMBIENTE

10 capitais brasileiras cortadas por rios

De Norte a Sul, as principais metrópoles do país são banhadas por cursos d’água


tiete

Rio Tietê, que corta a capital paulista, sofre com a poluição na região metropolitana de São Paulo.

Boa parte das cidades do mundo nasceu em volta de rios - o que revela a importância da água para a sobrevivência humana. Aqui no Brasil, não foi diferente. Muitas cidades são cortadas por um ou mais rios.
Infelizmente, com o crescimento urbano desordenado, a maioria desses cursos d'água sofre com a poluição e o abandono.
O exemplo mais marcante é o rio Tietê, que apesar de um bilionário programa de despoluição, se assemelha a um esgoto a céu aberto no trecho que corta a capital paulista.
Confira abaixo 10 capitais brasileiras e os rios que integram sua paisagem.

1. SÃO PAULO (SP)
Rio: Tietê
Extensão: 1.010 km
O programa de recuperação do rio não foi capaz de reduzir a mancha de poluição que atinge suas águas.

2. RECIFE (PE)
Rios: Capibaribe e Beberibe
Extensão: 240 km e 19 km, respectivamente
A capital pernambucana é apelidada de "Veneza brasileira" em função dos rios que cortam a cidade.

3. SALVADOR (BA)
Rio: Camaragibe
Extensão: 14 km
O maior rio de Salvador nasce no bairro de Boa Vista de São Caetano e deságua na praia de Jardim de Alá.

4. FORTALEZA (CE)
Rio: Cocó
Extensão: 50 km
Para proteger o manancial, foi criado há alguns anos um parque em torno de suas margens.

5. RIO BRANCO (AC)
Rio: Acre
Extensão: 1.190 km
O rio serpenteia pela a capital do Acre dividindo-a em dois distritos.

6. ARACAJU (SE)
Rio: Sergipe
Extensão: 210 km
Na sua foz, o rio separa a capital sergipana da cidade de Barra dos Coqueiros.

7. GOIANIA (GO)
Rio: Meia-Ponte
Extensão: 461 km
O rio é um dos mais importantes do estado, mas está bastante poluído, principalmente no trecho que corta a capital.

8. CUIABÁ (MT)
Rio: Cuiabá
Área: 980 km
Vital para o abastecimento da cidade, o rio quase não tem mais peixes, em função da forte poluição.

9. CURITIBA (PR)
Rio: Barigui
Extensão: 66 km
Contaminado com o despejo de lixo e esgoto, o Barigui corta 18 bairros da cidade até desaguar no rio Iguaçu.

10. PORTO ALEGRE (RS)
Rio: Guaíba
Formalmente um lago, o Guaíba tem 496 km2 e está intimamente ligado à história e à cultura da cidade.

 

Deixe aqui seu comentário enviar |
Vista aérea do córrego do Crispim, feita a partir do balão do WWF-Brasil
Feito com estrutura de bambu, o viveiro será mantido e cuidado pela comunidade local
Feito com estrutura de bambu, o viveiro será mantido e cuidado pela comunidade local
A expedição visitou o início do córrego Crispim, a poucos metros da nascente, onde a água nasce límpida
Integrantes da expedição recebem informações de técnico da Companhia de Saneamento de Brasília (Caesb) sobre a nascente do Crispim e sobre a captação de água no local
Os incêndios são frequentes no entorno do córrego do Crispim, degradando a vegetação que protege o curso de água.
Travessia do córrego, rumo à foz.
Por falta de segurança e contaminação das águas, a população local deixou de frequentar as belas cachoeiras que se formam na foz do córrego Crispim, onde ele se junta ao córrego Alagados
Incêndios florestais são comuns à beira do córrego: um problema que o Projeto Bacias buscará minimizar.
Integrantes da expedição caminham rumo à foz do Crispim.